Volte ao SPIN


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Fwd: Presente





Mensagem original
De: jose carlos lima < ideiasemarmario@yahoo.com.br >
Para: jose.carlos.lima@hotmail.com,jl2006@uol.com.br
Assunto: Presente
Enviada: 16/12/2005 21:29

presente
Dias atrás sonhei 
que elaborei 70 fragmentos para o Ney Matogrosso, frações de textos. Nem 
isto estou fazendo. Se eu encontrasse com ele hoje nada teria para lhe 
entregar. Até tenho tido idéias. Dias atrás vi alguma coisa. Pensei em 
realizar aquilo. Nem lembro mais o que era. Era algo que vi e conclui: agora 
sei. Quero fazer 70 agora sei. 70 coisas. Quem 70 fotos.. ou 70 desenhos. ou 
70 pinturas. ou 70 parituras musicais. 


O mundo está assim. Você não pode executar movimentos 
que estejam fora dos padrões estabelecidos como normais. Por isso um louco 
foi morto, dias atrás, num aeroporto nos Estados Unidos. Ele fez movimentos 
fora do normal. Ai foi morto por ter sido visto como um terrorista. Com o 
brasileiro Jean Charles, lá em Londres, ocorreu o mesmo. Por isso quero dar 
um tempo


Queria ter 70 armários para me 
organizar. No momento estou querendo isso. 


Preciso mexer nos 70 armários. Ele estão lotados de escritos, fotos, videos, 
registros de sonhos, etc. Isto seria a minha nova busca. Buscar esta parte 
que, como vi no videomail dias atras, não reconheço em mim. Daí o título: 
Agora Sei ( Uma Nova Busca ). Mas não quero que a arte me desequilibre. Não 
quero perder a noção da realidade. Quero ser capaz de receber uma pessoa na 
minha casa. Agora sei. A arte me desequilibra. E estar desequilibrado num 
mundo em que um simples estar na porta de um banheiro é motivo de apreensão 
por parte da vigilância policial, merece muita atenção por parte de todos 
nós. No nazismo era assim: 1=1=1=1=1=1=1=1=1
ou seja
uma nação inteira padronizada
igualada
a pureza racional=racial
o perfeccionismo absoluto
e não é assim hoje em dia
Quase 2 milhões de pessoas foram revenreciar Mick Jagger na praia de 
copacabana num momento em que o Rio de Janeiro está sob estado de emergência 
na área da saúde
as pessoas sofrem em frente aos hospitais
que ótimo que as pessoas tenho ido ver Mick Jagger
O que não acho certo e a prefeitura desembolsar 2 milhões para pagar o cachê 
do arte
eu que nao faria isso
acho o Ney Matogrosso muito mais interessante que Mick Jagger
Não trocaria um Ney Matogrosso cantandando=dançando Exagerado, de Cazuza, ou 
então em Beijo Roubado ( no show Estava Escrito), por Mick Jagger
Um absurdo a prefeitura gastar 2 milhões de reais quando a sua gente mingua 
na porta dos hospitais
........................
Desculpe-me, esta ultima parte, onde entrei no assunto Mick Jagger, não 
falei isso pra minha terapêuta
Deveria ter falado.
Afinal de contas o meu desejo é a instalação do Poder Curador no lugar do 
Poder Judiciário
Se o Brasil está bem, vai ficar melhor ainda
José Carlos Lima
Goiânia - Rio Meia Ponte


Yahoo! doce lar. Faça do Yahoo! sua homepage.

Nenhum comentário: