Volte ao SPIN


sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Nota oficial da Fundação Bienal

Bienal de São Paulo se pronuncia sobre a prisão da pichadora Caroline `Sustos`
O caso de Caroline Pivetta da Mota, a Caroline `Sustos`, presa em flagrante por ter pichado e depredado o Pavilhão da Bienal de São Paulo junto a um grupo de cerca de 40 jovens, em 27/10/08, durante a exposição da Bienal, está dando o que falar.
Leia abaixo o comunicado à imprensa sobre o assunto enviado pela Fundação Bienal de São Paulo:
|
A Fundação Bienal de São Paulo vem esclarecer publicamente que não possui qualquer ingerência sobre a liberdade da jovem Caroline Pivetta da Mota, presa em flagrante no último dia 27 de outubro, após ter participado, juntamente com um grupo de cerca de 40 jovens, de pichação e depredação do Pavilhão Ciccillo Matarazzo.
Diferentemente do que vem sendo entendido pela imprensa, não cabe à Fundação “retirar queixa” ou pedir “relaxamento da prisão” da jovem, já que a mesma foi detida no ato do delito (flagrante). A decisão pela sua permanência na prisão, ou mesmo a intensidade da pena aplicada ao caso, é de exclusividade da Justiça.
A única responsabilidade da Fundação, neste caso, foi registrar boletim de ocorrência, uma vez que é sua obrigação zelar pela integridade física do Pavilhão Ciccillo Matarazzo, edifício tombado pelo patrimônio público e cedido em regime de concessão de uso.
Lamentamos profundamente o ocorrido.
- Fundação Bienal de São Paulo.

Nenhum comentário: